Vieira da Cunha repudia acusações de Kátia Abreu (DEM-TO)

Nota à Imprensa


O Partido Democrático Trabalhista repudia veementemente as declarações ofensivas e injustas da Senadora Kátia Abreu(DEM-TO) a respeito da conduta do seu presidente licenciado Carlos Lupi à frente do Ministério do Trabalho.

Inconformada com a derrota no democrático processo de escolha do novo presidente do Codefat, a senadora utilizou-se de linguagem e expressões incompatíveis com a responsabilidade do cargo que ocupa.

O PDT solidariza-se com o seu ministro, cuja gestão tem a marca da competência e da relação respeitosa com as entidades representativas de trabalhadores e empregadores.

Ao mesmo tempo em que lamenta a atitude e as declarações irresponsáveis da senadora Kátia Abreu, o PDT confia no diálogo entre as partes para superar o lamentável episódio, a fim de que prevaleça o bom senso e não sofram prejuízo nem solução de continuidade os programas apoiados pelo Codefat, cuja importância é ainda maior nesta fase de superação das dificuldades impostas pela complexa conjuntura internacional.

Brasília, 29 de julho de 2009.


Deputado Federal Vieira da Cunha
Presidente Nacional do PDT