“Um brasileiro chamado Brizola” chega em São Luís (MA)

    

Chegou na quinta-feira, dia 12 de julho, em São Luis, a tournée nacional da exposição “Um brasileiro chamado Brizola” que foi inaugurada em Porto Alegre, esteve em Campinas (SP), foi ao Rio de Janeiro, Salvador e finalmente, Maranhão. A capital maranhense é uma cidade especial porque é administrada há 12 anos pelo PDT, fato que contribuiu para mudança radical do panorama econômico e social da cidade.

Uma homenagem ao ex-deputado Neiva Moreira marcará o final da exposição que também contará com a presença do secretário-geral do PDT, Manoel Dias.

 

Nas eleições nacionais do ano passado, o PDT foi vitorioso no Maranhão após anos de luta contra uma das oligarquias mais poderosas do país, a da família Sarney. Na ocasião elegeu governador o médico Jackson Lago, um dos mais antigos companheiros de lutas de Leonel Brizola. O Maranhão sempre teve grande peso na vida do PDT, também, pela atuação do jornalista e ex-deputado federal Neiva Moreira, partidário histórico de Brizola que exerceu oito mandatos no Legislativo Nacional.

 

O ato pelo encerramento da exposição começa a partir das 18 horas no Memorial Maria Aragão, na Avenida Beira Mar, Centro – São Luis – espaço projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer em homenagem à médica comunista que muito contribuiu na histórica luta pela libertação do povo do Maranhão.

Além da homenagem a Neiva, será apresentado o vídeo “Tempos de Luta”, que acompanha a exposição – parte de um documentário maior, do gaúcho Tabajara Ruas, que fica pronto agora no mês de julho, quando deverá ser lançado nacionalmente. O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, e o secretário geral do PDT, Manoel Dias, são convidados especiais da cerimônia de encerramento, além do governador Jackson Lago e do prefeito Thadeu Palacios.