ULB chega a Passo Fundo e Joinville

A universidade Leonel Brizola ganhou mais duas telessalas esta semana: uma em Passo Fundo, no Rio Grande do Sul, e outra em Joinvile, Santa Catarina.

A ULB, importante canal de comunicação e de formação política, ganhou  duas novas telessalas: em Passo Fundo, Rio Grande do Sul, e Joinville, Santa Catarina, nos dias 9 e 15 de junho, respectivamente. Os eventos contaram com a presença do presidente Nacional da Fundação Alberto Pasqualine e Secretário Nacional do PDT, Manoel Dias, militantes, simpatizantes, lideranças políticas.

A oportunidade de conhecer mais sobre o partido e se capacitar com os cursos de formação política levou militantes e simpatizantes a garantirem suas vagas nos primeiros dias, esgotando as inscrições. Com um total de 33 inscritos, a expectativa da presidente do Movimento de Mulheres do PDT de Passo Fundo, Luciana Camargo, é aumentar esse número, oferecendo mais vagas e abrindo outras telessalas na região. Além dos cursos estão previstas palestras, a criação de uma biblioteca e a exibição de filmes durante a semana. Ferramentas importantes para municiar a militância com informações atualizadas, material de pesquisa e incentivar a leitura.


Em Joinville, a telessala instalada na região central da cidade tem capacidade para 60 pessoas que poderão assistir as aulas via internet ou parabólica. Segundo O coordenador e presidente da fundação local, Jonathas Augusto a intenção é atender agora até 15 alunos efetivos aos sábados, mas que a meta é aumentar gradualmente e permitir a qualificação e a formação política dos filiados. “O calendário de atividades e a formação ideológica de nossos filiados serão decisivos não só para o crescimento quantitativo de nosso partido, Manoel Dias, na telessala de Joinville/SCmas principalmente para o crescimento de um ideal preconizado em nosso estatuto”, declarou Jonathas.

Manoel Dias, presidente nacional da Fundação Alberto Pasqualine destacou a importância da ULB e dos núcleos de base para o fortalecimento do partido idealizado por Leonel Brizola. “A melhor forma de se construir um partido de esquerda é capacitar política e ideologicamente os seus quadros”, salientou. Dias declarou ainda que essa é a melhor homenagem ao grande líder trabalhista Brizola , que no próximo da 21 de junho completa 5 anos de sua morte, e os 30 anos da Carta de Lisboa, importante documento de reorganização do trabalhismo no Brasil.