Telmário Mota critica indicação de general que apoiou a ditadura para a Funai

Agência Senado

Seandor-Telmário-MotaO senador Telmário Mota (PDT-RR) manifestou total indignação contra a escolha do general Sebastião Roberto Peternelli Júnior para o cargo de presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai). Ele disse que a escolha atende a pedido do PSC.

Para o senador, a indicação do general é um acinte, já que o indicado divulgou um manifesto, em março do ano passado, defendendo a ditadura militar.

 

Telmário acrescentou que os povos indígenas são esclarecidos e combativos e não vão acatar a indicação do general Peternelli.

“Caros membros do PSC nesta casa, venho lamentar que o seu partido indique alguém sem nenhuma afinidade com a pauta indígena para a gestão da Funai.  Eu peço-lhes, encarecidamente, que desistam dessa ideia. Não deixem o seu partido fazer um desserviço aos povos indígenas, já tão massacrados ao longo da nossa história”, disse o senador.