Roberto Góes é eleito prefeito de Macapá

O candidato do PDT, Roberto Góes, foi eleito prefeito de Macapá com 51,66% dos votos válidos, ontem. A vereadora Helena Guerra é a vice-prefeita. O resultado oficial foi anunciado às 19h44 pelo Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE). 219.241 eleitores estavam aptos para votar nas 580 urnas disponibilizadas. Roberto Góes obteve 91.558 votos. O candidato concorrente, Camilo Capiberibe, do PSB, teve 85.659, ficando com 48,34%. 

O pleito teve ainda 36.566 abstenções, 1.513 votos brancos e 3.945 nulos. A eleição no segundo turno foi calma, segundo o desembargador Carmo Antônio de Souza, presidente do TRE-AP. Para ele, a soberania do povo prevaleceu. Os candidatos e coligações foram colocados em uma mesma linha para que não houvesse desequilíbrio. Roberto Góes superou o adversário na reta final da campanha. O processo, que foi marcado por uma rivalidade intensa, terminou com a superação do candidato do PDT. No primeiro turno, Camilo teve 33,07% dos votos válidos. Roberto Góes ficou com 26,53%. 

Terminada a primeira fase em que sete candidatos concorreram, Roberto passou a interagir com candidatos derrotados e muitas alianças foram feitas.
A campanha de Camilo, que no primeiro turno foi expressiva, esfriou no momento final. Roberto Góes concedeu entrevista coletiva logo após o resultado final e falou sobre os planos para arrumar a “casa”. O candidato Camilo Capiberibe não foi encontrado para comentar a derrota. 

A orla da cidade foi tomada por uma multidão que com camisas, bandeiras, botons e outros adereços demonstrou a felicidade, visível em cada semblante. Roberto Góes, ao deixar as dependências do comitê eleitoral foi para a orla a pé. Lá ele arrastou os eleitores em na marcha da vitória. (Elden Carlos