Pré-Sal é tema de filme que será lançado nesta quinta no Rio


O documentário “O Petróleo Tem que Ser nosso – Última Fronteira”, voltado para a questão da exploração das megajazidas de petróleo recém descobertas no pré-sal e que reúne depoimentos de intelectuais, políticos, trabalhadores, estudantes e líderes religiosos e militares sobre que rumos o Brasil deve tomar diante dessa nova realidade – será lançado na próxima quinta-feira, 31 de julho, às 18h30m, no cinema Odeon da Cinelândia, no Centro do Rio de Janeiro – seguido de debate.


Além do filme, de uma hora, também será lançada cartilha da Associação dos Engenheiros da Petrobrás (AEPET) e do Sindipetro-RJ sobre questões relacionadas as gigantescas jazidas e que opções o Brasil dispõem, levando em conta a cobiça das multinacionais, para traçar um caminho soberano que beneficie a população.  O debate ao final da sessão contará com a participação de convidados e de dois patriotas dedicados à causa do petróleo: Fernando Siqueira, presidente da Aepet, e Emanuel Cancella, dirigente do Sindipetro-Rj.


Maria Augusta Tibiriçá Miranda, médica e nacionalista, presidente do Movimento em Defesa da Economia Nacional (Modecon) fundado por Barbosa Lima Sobrinho na década de 80, tem uma frase sua citada na abertura do convite para o filme: “O Brasil é um país rico, mas outros usufruem da nossa riqueza. Temos que inverter isto!” O evento começará com a apresentação do coral do Sindipetro-RJ, seguido da exibição do documentário dirigido por Peter Cordenonsi.

Leia Mais: “Que caminhos o Brasil vai tomar?”