Petroleiros ameçam greve nacional em defesa do pré-sal

Pré-Sal: petroleiros ameaçam greve nacional
 
A Federação Única dos Petroleiros (Fup) ameaça desencadear  uma greve nacional caso o governo marque uma nova licitação de blocos de petróleo e gás natural no País através da Agência Nacional de Petróleo (ANP). O movimento ocorreria às vésperas do dissídio da categoria, em setembro.
 
 Depois de passarem a segunda (26/8) reunidos no Rio de Janeiro, os petroleiros decidiram iniciar uma mobilização para que o Brasil passe a ter controle total sobre o petróleo e o gás nacionais, o que deveria ser feito por meio de um novo marco regulatório, reivindicam.
 
“O Conselho Deliberativo da Fup reuniu-se pela primeira vez e reafirmou a urgência de uma legislação que se contraponha à Lei 9478, criada em 1997 pelo governo Fernando Henrique Cardoso”, informou a Fup em um comunicado.
 
A lei 9478 quebrou o monopólio do petróleo, que desde 1953 estava nas mãos da Petrobrás. A partir de 1999, o governo brasileiro passou a realizar leilões anuais de áreas da plataforma continental abertos às multinacionais, leilões interrompidos só esse ano depois de a Petrobrás e parceiros terem descoberto reservatórios gigantes na camada do pré-sal, embaixo dos campos já explorados, que se estende do Espírito Santo a Santa Catarina e que estima-se que contenha bilhões de barris de óleo – que pela Constituição, apesar da lei do tempo de FHC, pertencem à União.

Fonte: Nicomex