Péres estranha tarifas cobradas por bancos

Durante audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), para debater o custo dos serviços bancários o senador Jefferson Péres (PDT-AM) manifestou estranheza diante do fato de as tarifas bancárias terem valores igualmente elevados tanto nos bancos privados como nos estatais. No debate ele chegou a considerar que a semelhança entre os preços cobrados pode indicar a existência de cartel no setor e que dele estejam participando os bancos estatais.

Jefferson Péres (PDT-AM) disse estar “espantados” com os custos das tarifas bancárias. Péres chegou a estranhar que os dois bancos oficiais -a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil – tenham tarifas praticamente iguais às das instituições particulares. Recente pesquisa do Procon de São Paulo, realizada com dez bancos, constatou diferença de até 369,57% entre preços cobrados pelo mesmo serviço. 


– Quando vejo que não diferença nas tarifas cobradas pela Caixa Econômica e o Banco do Brasil em relação aos bancos privados, de duas uma: ou não existe cartel e os preços se devem a outros motivos ou existe e os bancos públicos aderiram a ele – afirmou.

    

Ascom PDT com Agência Senado