PDT do Amazonas debate importância da comunicação para o partido

Ascom deputado Hissa Abrahão14/02/2017

O aprimoramento das ações de comunicação pautou o encontro realizado ontem (13) na sede da Fundação Leonel Brizola – Alberto Pasqualini (FLB-AP) em Manaus (AM). Liderado pelo radialista Paulo Ottaram, o bate-papo intensificou a troca de informações sobre a estruturação e planejamento do setor no PDT em todo o estado. O presidente regional do partido, deputado federal Hissa Abrahão, e o vice-presidente, deputado estadual Adjuto Afonso, prestigiaram o evento junto de lideranças e militantes.

Paulo Ottaran aproveitou a oportunidade para ressaltar as ferramentas utilizadas pelo PDT nos últimos anos e a importância da Rádio Legalidade no processo de difusão das ações do partido. Ele antecipou ainda que a emissora pedetista ganhará um formato web e será implantada no estado para levar informação de forma prática e objetiva para todos. “Tudo passa pela internet, atualmente. E nada melhor que usar este recurso tecnológico para aproximar o eleitor e a militância”, comentou.

Ao lado de representantes dos movimentos negro, mulheres, juventude, esporte, cultura, aposentados e religioso, o presidente regional do PDT, Hissa Abrahão, classificou a iniciativa como fundamental para a expansão da sigla. “Fico feliz em poder ver que o partido está caminhando. A vinda do Paulo (Ottaran) para Manaus é sempre proveitosa. O encontro foi rápido e informal, mas serviu para a troca de conhecimento”, disse o parlamentar.

Atual vice-presidente regional do partido, o deputado estadual Adjunto Afonso ressaltou que o PDT no Amazonas se renova e compartilha ideias entre gerações. “Nós estamos percebendo uma renovação no dia a dia. Isso vai fortalece-lo ainda mais, principalmente, quando expandirmos a troca de conhecimento para o interior do estado. Vamos continuar com a luta para deixar o PDT cada vez mais forte”, indicou.

Ademir Ramos, presidente estadual da FLP-AP, destacou que, na reunião, também foi aberto um espaço para discutir as conjunturas da política local e nacional e, com isso, definiu-se a criação de um núcleo de debates na região. “O PDT precisa debater situações da sociedade. Atuar na cura e na causa. Marcar posição. E hoje definimos isso. Nós, da Fundação, vamos debater, propor e explanar assuntos com o objetivo de contribuir com a organização partidária e da sociedade amazonense”, finalizou o antropólogo.