Patrícia Saboya é candidata do PDT em Fortaleza

A senadora Patrícia Saboya  oficializou sua candidatura à prefeitura de Fortaleza neste domingo (22/6) tendo ao seu lado o ministro do Trabalho Carlos Lupi, presidente licenciado do PDT, o senador Tasso Jereissati (PSDB) e o deputado federal Ciro Gomes (PSB) – seu ex-marido. Com um discurso sem grandes promessas e sem atacar a atual prefeita da cidade, Luzianne Lins (PT), Patrícia afirmou ser “a pessoa certa” para comandar a cidade por estar bem preparada e saber onde está o dinheiro.

 

De cima da boléia de um caminhão improvisado às pressas, ela anunciou exatamente às 12h30min a formalização de sua candidatura e também exaltou a aliança com o PSDB. O plenário da Assembléia Legislativa, espaço onde veria se realizar a convenção, acabou ficando pequeno para a quantidade de gente. Por isso um caminhão no estacionamento do prédio tornou-se palanque para lançamento da candidatura.

 

As principais propostas de Patrícia foram voltadas para saúde, educação e trânsito. A senadora criticou a situação do Instituto José Frota (IJF), principal posto de atendimento das pessoas carentes da capital. “As pessoas não merecem ser atendidas no chão dos corredores. Os elevadores estão caindo e isso precisa mudar”, afirmou. Na área da educação, prometeu empenhar-se ao máximo pelo fato da educação ser uma das principais bandeiras pedetistas. O terceiro ponto problemático da cidade hoje, na sua avaliação, é o trânsito. 

 

Durante seu discurso Patrícia exaltou a aliança fechada com o PSDB do senador Tasso Jereissati que apelidou de “aliança do bem”, com a participação também do PTB. “Aqui ninguém vai esconder político debaixo do palanque”, ressaltou.

O slogan de sua campanha  é “ação, saúde e respeito, assim Fortaleza tem jeito”. Lupi,

afirmou que a candidatura de Patrícia é prioridade para o PDT.

 

“A candidatura de Patrícia Saboya é uma das principais entre as capitais brasileiras”, garantiu.

 

Na coletiva, que antecedeu ao comício improvisado, Patricia respondeu a um repórter que lhe perguntou o que achava da declaração de seu ex-marido – que estava a seu lado na coletiva – de que Fortaleza tornara-se um bordel a céu aberto. “”Ele é um liguarudo, diz o que pensa e talvez por isso muitas pessoas gostem dele”. Entre risos e aplausos, Ciro concordou, balançando a cabeça.

 

Patrícia terá como candidato a vice-prefeito o ex-secretário estadual de educação Antenor Naspolini, do PSDB.