Nota do Movimento Negro do PDT

Secretaria Nacional do Movimento Negro

Estamos vivendo um momento de instabilidade política que afeta todas as instituições do País, e essa situação está sendo agravada pela irresponsabilidade de alguns meios de comunicação.

O papel da mídia é fundamental para informar a população sobre as mudanças que estão ocorrendo nos poderes Executivo e Judiciário. Porém, percebemos que não são os fatos que estão sendo veiculados, mas a opinião de alguns, cujo objetivo é fomentar o ódio e direcionar a opinião popular.

A emenda apresentada pelo Dep. Weverton Rocha foi proposta com o objetivo de ampliar o combate à corrupção, e esse é o desejo do povo brasileiro.

Entretanto, alguns setores da mídia decidiram por veicular que esta emenda irá acabar com a Operação Lava Jato. Essa alegação é absurda, mas ganha atenção da sociedade, que neste momento, não sabe em quem pode acreditar. A Operação Lava Jato é uma investigação da Polícia Federal, e a própria Associação dos Policiais Federais já afirmou que a emenda em nada afeta às investigações, que irão continuar.

A possibilidade de punição de membros do Judiciário que atuam de forma diversa do regramento legal, não é o fim da Operação Lava Jato e do combate à corrupção, mas sim a garantia de que o Judiciário também não poderá ser corrompido. Os juízes e promotores não estão acima da Lei, assim como, não estão os procuradores que ameaçaram renunciar de forma irresponsável. Isso é prevaricação!

Por conta da veiculação dessas opiniões equivocadas, o Dep. Weverton Rocha foi covardemente agredido por um cidadão movido por estes discursos fascistas totalmente alheios ao texto da emenda.

Não podemos nos deixar enganar por estes discursos que nada contribuem para o fortalecimento da nossa sociedade.

O debate é necessário, mas não pode ser fundamentado em mentiras.

O Brasil precisa fortalecer suas instituições, e isso só será possível se ninguém estiver acima da Lei.

Por este motivo, apoiamos integralmente a emenda do Dep. Weverton Rocha das 10 medidas contra a corrupção.

 

Brasília-DF, 01 de Dezembro de 2016.

SECRETARIA NACIONAL DO MOVIMENTO NEGRO PDT