Movimento da Legalidade se torna patrimônio cultural de Porto Alegre

Ascom Delegado Cleiton

Legalidade-foto-Núcleo-de-Especiais-2A Câmara Municipal de Porto Alegre aprovou a inclusão do Movimento da Legalidade no registro de bens culturais de natureza imaterial, que formam o patrimônio cultural de Porto Alegre. A iniciativa é do vereador Delegado Cleiton (PDT-RS), autor do projeto indicativo 045/2015, provado no dia 3 deste mês.

Entre as justificativas para a medida, o parlamentar pedetista explica que o Movimento da Legalidade foi um dos mais marcantes e episódios da História brasileira, tendo como um dos principais líderes o trabalhista Leonel Brizola.

“É um dos mais fortes e marcantes episódios da história brasileira. Pode ser entendido não apenas pela defesa democrática, mas também pela defesa do Brasil”, destaca o vereador.