Lupi participa nos EUA de reunião de ministros do G-20

O ministro do Trabalho e Emprego (MTE), Carlos Lupi, iniciou nesta segunda-feira (19) sua agenda oficial nos Estados Unidos, onde participa nesta semana da reunião de ministros do trabalho do G-20. Em seu primeiro compromisso, o ministro encontrou representantes da África do Sul e da Índia para falar sobre a experiência do Brasil no combate ao trabalho infantil.

Lupi fez um balanço positivo das ações do governo, apresentou números que mostram bons indicadores e afirmou que programas sociais como o Bolsa Família são tão importantes quanto as ações de fiscalização. “O trabalho infantil no Brasil esta diminuindo rapidamente, mas a açãoo da fiscalizão chegou ao seu limite. Como hoje metade dos focos está no meio rural, dentro da casa das famílias, é preciso desenvolver outros tipos de abordagem. O Governo tem de garantir educação de qualidade para as crianças e, principalmente, assegurar que as famílias tenham condição de mantê-las na escola, sobrevivendo sem o trabalho delas”, disse o ministro.

Números

Segundo dados da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), do MTE, o índice de ocupação entre crianças e adolescentes de 5 a 17 anos no Brasil caiu de 19,55% (1992) para 10,1% (2009), o que representa um impacto de 4 milhões de jovens beneficiados.

O ministro atribuiu o resultado a uma combinação de fatores como a ação fiscal, o crescimento econômico e programas de transferência de renda como o Bolsa Familia, que beneficia hoje cerca de 45 milhões de pessoas. “Nosso maior desafio hoje e chegar até essas famílias. Para isso, ação social será tão importante quanto a ação fiscal”, afirmou, ressalvando que cada país deve buscar soluções com base na sua cultura e economia.

Participantes

O encontro, intitulado “Lições do desenvolvimento e implementação de planos nacionais de ação para eliminar o trabalho infantil” foi promovido pelo Instituto Brasil do Centro Woodrow Wilson. Alem de Lupi, participaram do evento a embaixadora da Índia nos Estados Unidos, Meera Shankar, e o ministro do Trabalho da África do Sul, Membathisi Mdladlana. Ao término do encontro, os três líderes reafirmaram o desejo de estreitar a cooperação trilateral nesse tema.

FONTE: Assessoria de Imprensa do MTE