Líder classifica como "crime" derrubada do Memorial

No plenário, Brizola Neto informou:

Sr. Presidente, para uma rápida comunicação. Estive falando com o Dr. Oscar Niemeyer, gênio da arquitetura, orgulho brasileiro e de todo o mundo. O Dr. Oscar Niemeyer manifestou-me a sua indignação com a atitude pequena e mesquinha do Governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral, que destruiu obra iniciada com recursos públicos e uma obra assinada pelo Dr. Oscar Niemeyer, que seria o Memorial Leonel Brizola, um verdadeiro crime contra o patrimônio histórico e cultural da cidade do Rio de Janeiro, além de ser um verdadeiro crime contra o patrimônio político do Governador que deixou o maior legado para o Estado do Rio de Janeiro, sem falar nos mais de 2 milhões de reais de recursos públicos consumidos com o início da obra e da afronta que é se colocar no chão uma obra que é um verdadeiro patrimônio cultural, uma obra assinada pelo gênio da arquitetura, o Dr. Oscar Niemeyer.