JS/PDT se prepara para o 14º Congresso

JS LARGA RUMO AO 14º CONGRESSO
A Direção Nacional da JS/PDT, reunida em Brasília no último dia 12, deu início aos trabalhos de organização do 14º Congresso Nacional da Juventude, que vai acontecer em outubro deste ano. A reunião da Executiva também estabeleceu os calendários dos congressos municipais, agendados de junho a julho, e estaduais, de agosto a setembro. Nos próximos dias será publicada a primeira resolução de orientação dos trabalhos.

O Congresso terá como tema a educação e o trabalho em seu contexto nacionalista, bandeiras históricas da sigla. Segundo o presidente nacional do partido, ministro Carlos Lupi, esses temas representam “a imagem do PDT”.

O secretário nacional, Manoel Dias, analisa que a defesa desses ideais em um Congresso da Juventude representa um excelente espaço de resgate das posições de Leonel Brizola. “Vivemos um ótimo momento para reafirmar que Brizola estava certo em suas afirmações. O fracasso do neoliberalismo e a crise do capitalismo são para nós, trabalhistas, a redenção do nosso ideário. Não se constrói nação livre sem o fortalecimento do Estado”, defendeu.

Para a vereadora Juliana Brizola, Vice-Presidente Sul da JS-PDT, a exaustão do atual sistema já era esperada e o remédio que pode fortalecer o Estado brasileiro é adoção de medidas nacionalistas. “Brizola sempre alertou que a espoliação do povo brasileiro e esta neocolonização empregada pelos oligopólios levaria o neoliberalismo ao fracasso, agora é hora de o país tomar medidas nacionalistas.”

Os debates do 14º Congresso Nacional da Juventude tomarão por base a atual conjuntura nacional, carente de ideais orientadores capazes de fomentar o desenvolvimento brasileiro.

MOVIMENTO ESTUDANTIL

A participação dos militantes da JS/PDT nos Congressos da UNE e UBES também foi tema dos debates da Executiva. Após relato das mobilizações nos Estados, foi aprovado o apoio ao Movimento Reinventar e a Tese no 51º Conune “Pátria Amada Brasil – Coragem para reinventar o país e o movimento estudantil”. As direções estaduais devem apoiar o Movimento Reinventar e suas coordenações estaduais. No 38º Congresso Nacional da Ubes (Conubes) a direção fará todo o esforço na busca do retorno efetivo para a luta secundarista.

REFORMA POLÍTICA

Outro assunto debatido foi a reforma política e seus efeitos no processo de participação dos jovens na vida partidária. Como o assunto é polêmico, ficou estabelecido que a direção fará um estudo mais profundo sobre o tema e buscará a opinião dos filiados em todo país, promovendo debates e encontros na busca de uma posição unificada. “Existem várias visões dentro da própria Executiva, por isso é fundamental ouvir a base da JS/PDT. Além disso não acreditamos que o Câmara irá mesmo votar a matéria neste ano. Esse assunto foi trazido à mídia para minimizar a crise ética enfrentada pelo Congresso Nacional”, afirmou Luizinho Martins, presidente nacional da JS/PDT.

DEFESA DA SOBERANIA

Por fim, foi aprovada a Semana de Luta em Defesa da Soberania Nacional e do Legado de Leonel Brizola. As atividades devem ser promovidas por todas as direções da JS/PDT e podem incluir a exibição de documentários sobre a vida e obra de Brizola, até as tradicionais panfletagens. A direção disponibilizará o modelo de panfleto e o documentário, “Brizola tempos de luta e Legalidade”, além de outros vídeos que retratam a trajetória do fundador do PDT.