Jefferson Péres: João Lyra reitera denúncias contra Renan

 Memorial enviado ao Conselho de Ética reitera informação de sociedade oculta com Renan 

O usineiro João Lyra reiterou as denúncias contra Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente licenciado do Senado. Em memorial de 12 páginas encaminhado ao senador J efferson Péres ( P DT – AM), relator do processo no Conselho de Ética que apura irregularidades em negócios de emissoras de rádio envolvendo o peemedebista, Lyra confirma as acusações de que Renan teria firmado sociedade oculta com ele para a compra de um grupo de comunicação em Alagoas. Péres combinou com o presidente do conselho, Leomar Quintanilha (PMDB-TO), de entregar seu parecer sobre o caso até quarta-feira. 

No documento, Lyra não avança em informações sobre a suposta sociedade oculta. Ele se defendeu das acusações de Renan, que o taxa de inimigo político — no passado, eles foram aliados. Além do memorial, o relator recebeu outros papéis do usineiro. O integrante do PDT, porém, não quis antecipar o teor sem antes notificar Renan da chegada da documentação. Péres e o presidente licenciado se cumprimentaram ontem à tarde no plenário e conversaram por cinco minutos. 

O relator faz mistério sobre o parecer que pretende apresentar na semana que vem. Péres ainda espera informações para chegar a uma conclusão. Até o fim de semana, ele deve receber as respostas do empresário Tito Uchôa. Primo do presidente licenciado do Senado, o empresário teria registrado o grupo de comunicação em seu nome. O pedetista vai ouvir, na terça-feira, o depoimento do governador de Alagoas, Teotônio Vilella Filho (PSDB), arrolado como testemunha de defesa por Renan. Outros dois relatores que cuidam de processos contra o peemedebista, João Pedro (PT-AM) e Almeida Lima (PMDB-SE), trabalham com a possibilidade de concluir suas investigações até a semana que vem.    

Correio Braziliense