Jackson Lago divulga "Nota de Indignação"

Nota de Indignação
 
Foi com surpresa e indignação que tomei conhecimento da denúncia do Procurador-Geral da República. Meu nome apenas fora mencionado indiretamente em ligações telefônicas de terceiros.
 
No Maranhão, infelizmente, a política se promiscuiu com os interesses privados. No Maranhão, alguns políticos erguem impérios empresariais à custa da crescente miséria de nosso povo. Construí minha vida pública em flagrante repúdio a essas práticas.  Eu e minha mulher vivemos austeramente, com padrão de vida de assalariados que somos.
 
As ilações feitas à ocasião foram amplamente esclarecidas à justiça e à opinião pública. Os pagamentos do Governo do Estado à construtora Gautama, no início da minha gestão, referem-se a obras já realizadas, atestadas e contratadas antes da minha posse.
 
É dever de qualquer governo honrar os compromissos legalmente assumidos por governos passados. Em nenhum momento autorizei quem quer que fosse a negociar com empresas ou empreiteiros em meu nome. Minhas atitudes e minha biografia são completamente alheias a esses conluios.
 
O mandato que o povo do Maranhão me outorgou, venho exercendo-o na dimensão da plena responsabilidade social, fiel aos princípios éticos e morais que norteiam minha vida.
O povo do Maranhão, que me conhece, sabe que o ônus político de mais esta infâmia será pequeno diante da missão que me confiou de libertar o Maranhão do atraso.
 
Jackson Lago
Governador do Maranhão