Jackson Lago anuncia construção de casas para vítimas de incêndio em Colinas

Em audiência realizada na tarde de terça-feira, (04), com o prefeito do município de Colinas, José Henrique Brandão, o governador Jackson Lago autorizou em caráter emergencial a reconstrução das 40 casas atingidas por um incêndio de grandes proporções, no bairro Guanabara naquele município. As casas, que eram feitas de palhas e pau-a-pique, serão agora construídas em alvenaria, por meio de convênio celebrado entre o governo do estado e a prefeitura municipal.

Além da Secretaria das Cidades, Desenvolvimento Sustentável e Infra-Estrutura, Jackson Lago determinou também à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedes) e à Defesa Civil, que prestassem todo o apoio necessário, inclusive com a doação de cestas básicas aos cerca de 200 moradores das casas incendiadas. “Solicitei às secretarias e órgãos competentes o socorro imediato às vítimas desse incêndio, com o fornecimento de alimentos e outros artigos de primeira necessidade nesse momento tão triste”, ressaltou o governador.

O prefeito do município José Henrique Brandão informou, na audiência, que todas as famílias atingidas se encontram alojadas de forma emergencial e precária em igrejas e escolas da cidade de Colinas, distante 460 km de São Luís. Brandão disse ainda que os moradores afetados pelo incêndio perderam todos os seus pertences e que o apoio governamental é de extrema necessidade para amparar às famílias nesse momento crítico, com atenção principal às dezenas de crianças que também estão alojadas nesses prédios.

“Em nome das vítimas e da população de Colinas, eu gostaria de agradecer o empenho do governador Jackson Lago, que foi muito sensível à situação das vítimas do incêndio, providenciando atendimento imediato no sentido de suprir as necessidades mais emergentes desses moradores”, frisou o prefeito José Henrique Brandão.

O prefeito atribuiu a baixa umidade relativa do ar, em torno dos 20%, e o tempo muito seco como o mais provável motivo do incêndio. As características climáticas do local e o conseqüente incêndio ganharam repercussão em reportagens apresentada em telejornais da Rede Globo.

Governo do Maranhão