Jackson inicia governo participativo


24/07/07 – O governador avaliou como muito positivo o encontro no último final de semana com a sociedade civil organizada da Região do Turi, quando estiveram presentes lideranças de 24 municípios que compõem a regional, reunidos em Santa Luzia do Paruá.

“Estamos iniciando um novo modelo de gestão administrativa, um governo revolucionário por ser participativo e ouvir a população”, garantiu o governador ao abrir o evento.


Na ocasião, o governador ouviu, atentamente, as reivindicações do povo da região. Ao final do encontro, os representantes dos municípios fizeram a Carta do Turi, com as principais metas prioritárias da região por área de governo. Foram contempladas ações nas áreas de educação, saúde, segurança, habitação, agricultura, assistência social, direitos humanos, trabalho e renda, meio-ambiente e infra-estrutura, especialmente, no setor de água e habitação e estradas.

Para o governador, o encontro representou “o início de uma gestão integrada, ouvindo e recebendo da sociedade organizada e dos prefeitos e vereadores suas reivindicações, para que o governo possa atendê-las de acordo com sua capacidade”, garantiu Jackson, ao anunciar que quer levar para o interior do estado o modelo do orçamento participativo que implantou com sucesso quando foi prefeito da capital.

OBRAS – Jackson Lago anunciou para a região uma lista de obras das quais fazem parte calçamento, pavimentação, recuperação e construção de estradas e de 2,5 mil casas populares, ainda neste ano, com mais 2,5 mil em 2008, além de sete novas escolas de ensino médio. O governador determinou ainda a imediata conclusão dos sistemas de abastecimento de água dos municípios de Santa Luzia do Paruá, Luis Domingues, Boa Vista e Pedro do Rosário.

Outras reivindicações apresentadas no encontro e que já estão sendo encaminhadas pelo governo são o asfaltamento de 68 quilômetros da estrada Turilândia/Estreito e a recuperação dos 98 quilômetros da MA-209, de Bacabeira a Turiaçu, que já deve começar nos próximos dias.

Na área das estradas, as populações querem também a realização dos 22 km da MA-306 e dos 100 km da MA-318. O hospital de Santa Luzia do Paruá será ampliado, com a sugestão da população de que ele seja transformado num Socorrão. Foi sugerida ainda a criação de pólos da Universidade Estadual – da regional da qual fazem parte os municípios de Zé Doca, Santa Helena, Pedro do Rosário, Turilândia, Turiaçu, Maracaçumé, e a própria Santa Luzia do Paruá.

“Vamos informar todas as ações do governo para que o fórum de entidades acompanhe a execução das obras, para saber se o dinheiro está sendo bem aplicado”, garantiu o governador às lideranças, ao assegurar que pretende realizar “uma administração democrática e com participação popular, em todas as regiões do Estado”.

Críticas – O governador fez ainda duras críticas aos meios de comunicação que manipulam as informações contra o governo e garantiu que o sucesso do fórum, com grande participação popular, “é um prova de que nossa população é muito mais informada do que muita gente imagina”.

Participaram ainda do encontro, promovido pelo Fórum Permanente em Defesa da Cidadania do Alto Turi, o presidente da Assembléia Legislativa, João Evangelista (PSDB), e os deputados estaduais Rubens Pereira Júnior (PRTB), Pedro Veloso (PDT), Mauro Jorge (PDT), Carlos Braide (PDT), Arnaldo Melo (PSDB), Domingos Paz (PSB) e Penaldon Jorge (PTC). Os deputados federais Ribamar Alves (PSB), Julião Amin (PDT) e Pinto da Itamaraty (PSDB) também prestigiaram o evento.

O presidente da Assembléia, que falou em nome dos deputados estaduais, elogiou a iniciativa do governo de “debater cara a cara com a sociedade os problemas dos municípios”, e manifestou confiança de que as reivindicações serão atendidas. João Evangelista (PSDB), destacou que todo o trabalho do governo tem vencido a mentira”, e que o conjunto de obras que vêm sendo anunciado pelo governador lhe garantirá no final do mandato “a aclamação popular”.

Ribamar Alves discursou representando a bancada de dez deputados federais que apóia o governador, e garantiu que é pelo fato do governador “estar indo para o meio do povo saber dos seus anseios, que os deputados são seus aliados”.

Já o prefeito de Santa Luzia do Paruá, Nilson Ferraz, afirmou que do encontro “certamente sairão ações para ajudar a melhorar as condições de vida da região”.

Jornal Pequeno