Homenagens a Brizola em S. Borja, Rio e Brasília

    23/6/2007

Sáryon Azevedo 


Brizola Neto, o prefeito Mariovane Weis, Lupi, Matheus Schimidt, Manoel Dias e Juliana Brizola no cemitério Jardim da Paz, em Sao Borja 


Acompanhado do presidente do PDT do Rio Grande do Sul, Matheus Schmidt, o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, visitou o jazigo da família Goulart, no Cemitério da Paz, em São Borja, nesta quinta-feira (21/6), onde está enterrado o fundador do PDT – Leonel Brizola – em homenagem pelo terceiro aniversário de sua morte. Também participaram da homenagem o filho de Brizola, João Otávio, os netos Brizola Neto e Juliana Brizola, e mais prefeito de São Borja,, Mariovane Weis, o presidente do PDT local, Clair Ribas, além do prefeito da cidade próxima de São Luiz Gonzaga, Agnaldo Martins.

Também acompanharam Lupi na homenagem a Brizola os deputados estaduais do Rio Grande do Sul Adroaldo Loureiro e Geovani Chetini, além do ex-governador gaúcho Alceu Collares. Do aeroporto a comitiva seguiu direto para o cemitério Jardim da Paz onde estão sepultados, também, o ex-presidente João Goulart e dona Neusa Goulart Brizola, mulher de Brizola. Depois, os integrantes da comitiva visitaram a casa onde nasceu João Goulart, onde o prefeito Mariovane Weis entregou a Lupi projeto de revitalização do imóvel através da Lei de Incentivo a Cultura para transformá-lo no Museu João Goulart e instalação, em anexo, de uma agência do Ministério do Trabalho.

Antes de ser presidente João Goulart ocupou, no segundo governo Vargas, o posto de Ministro do Trabalho. Na opinião de Lupi, o projeto tem chances de se consolidar, mas é necessário o seu encaminhamento ao Ministério do Trabalho para avaliação técnica – embora já tenha se comprometido a retornar a São Borja para assinar a implantação do projeto ainda em sua gestão.

Na foto a direita, a leitura da Carta Testamento na Praça XV de Novembro, no Mausoléu de Vargas


Da casa de Jango Lupi e comitiva seguiram até a agência de atendimento do Ministério do Trabalho na cidade, onde conversou com os funcionários e se inteirou das demandas da agência. Antes de partir, Lupi e comitiva visitaram o Mausoléu do Presidente Getúlio Vargas, na praça XV de Novembro, no centro da cidade, onde fez uma homenagem ao ex-presidente através da leitura, em voz alta, de sua Carta Testamento estampada no mausoléu projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer.

(Texto e fotos de Sáryon Azevedo, da Prefeitura de S. Borja) 

Veja também: 

Câmara homenageia Brizola

Missa lota igreja no Rio de Janeiro

Saiba quem foi Leonel Brizola