Gilmar Sossella discute demandas com Departamento Autônomo de Estradas do Rio Grande do Sul

Ascom Gilmar Sossella

Gilmar Sossella se reúne com novo diretor-geral do Daer para tratar de demandasO deputado estadual Gilmar Sossella (PDT-RS) participou de uma audiência, nessa segunda-feira (17), com dirigentes do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) para discutir, dentre outros pontos, o andamento das obras de restauração e manutenção de rodovias e a importância de se buscar outras fontes de receita.

O encontro foi realizado com o novo diretor-geral do Daer, engenheiro Rogério Uberti, e o diretor de Infraestrutura Rodoviária do órgão, Luciano Faustino da Silva. O primeiro ponto discutido foi o Contrato de Restauração e Manutenção de Rodovias (Crema) de Passo Fundo.  

O referido contrato engloba, entre outras rodovias, a RS-324, no trecho Casca-Marau-Passo Fundo-Ronda Alta-Planalto; a RS-463, entre Tapejara – Coxilha; e a RS-434, entre Ciríaco-David Canabarro. O superintendente disse que até dezembro pretende dar início à restauração.

Também foi debatida a retomada da obra entre Gentil, Santo Antônio do Palma e RS-324. A obra já foi licitada e o contrato assinado, faltando somente a ordem de início para concluir os 2,9 quilômetros restantes.

Esteve ainda em pauta a busca por outras fontes de receita para garantir que sejam feitas as obras de municípios que ainda lutam pelo acesso asfáltico. Atualmente, 24 estão em andamento graças a recursos remanescentes do empréstimo buscado em 2011 junto ao BNDES, através da Comissão Especial dos Municípios Sem Acesso Asfáltico, presidida por Sossella.

Entre as alternativas estão o Ministério de Turismo, por meio de recursos para cidades de áreas turísticas, e um novo empréstimo junto ao Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF).

Além disso, foi abordado sobre o asfaltamento da RS-430, no trecho entre Charrua-Tapejara. A obra faz parte do projeto Norte-Serra, uma rota alternativa entre Getúlio Vargas e a RS-324 (Casca), passando pelos municípios de Charrua, Tapejara, Água Santa, Gentil e Santo Antônio do Palma.

“São importantes pleitos de infraestrutura que estamos batalhando ano a ano e que merecem uma atenção especial do Daer e do governo estadual. Sabemos da dificuldade financeira que passa o Rio Grande do Sul, mas vamos seguir na luta para que estas obras possam virar realidade o mais breve possível”, destacou Sossella.