Flávia Morais questiona ‘suposto déficit da Previdência’ no Brasil

Liderança do PDT/Câmara Federal13/02/2017

A deputada federal Flávia Morais (PDT-GO) disse, durante o seminário “Envelhecimento Saudável na Holanda”, realizado na última semana na Câmara dos Deputados, que é preciso avaliar “o suposto déficit da Previdência”. Para a pedetista, que é coordenadora da Frente Parlamentar Mista do Envelhecimento Ativo, exemplos de sucesso devem embasar a reforma da Previdência proposta pelo Governo, em trâmite no Congresso Nacional.

Durante o encontro, que reuniu deputados, servidores e cidadãos, Flávia Morais chamou a atenção para o debate sobre envelhecimento e Previdência Social.

“Com a tramitação da Reforma da Presidência no Congresso Nacional, precisamos fazer uma avaliação profunda sobre o suposto déficit da Previdência. Temos que saber até que ponto a Desvinculação das Receitas da União facilita o desvio de recursos do fundo para outras áreas”, afirmou a parlamentar.

“A reforma da previdência não pode ser pensada como forma de ajuste fiscal. A Holanda tem os melhores índices de qualidade de vida do idoso na Europa. Essa troca de experiências é muito importante, em um momento em que o Brasil aumenta em ritmo acelerado sua população idosa”, argumentou Flávia.

O seminário “Envelhecimento Saudável na Holanda” faz parte do estudo “Brasil 2050 – os desafios de uma nação que envelhece”, desenvolvido pelo Centro de Estudos e Debates Estratégicos (Cedes) com o apoio da Consultoria Legislativa. O evento foi comandado por Nico Schiettekatte, conselheiro de inovação e diretor executivo do Departamento de Ciência, Tecnologia e Inovação do Consulado Geral do Reino dos Países Baixos em São Paulo.