Executiva Nacional se reúne em Brasília pelas Diretas Já

Por Max Monjardim06/06/2017

Em reunião realizada nesta terça-feira em Brasília, a Executiva Nacional e os presidentes regionais do PDT, afinaram o discurso em torno de eleições diretas no Brasil – caso Temer seja cassado pelo TSE ou renuncie à Presidência da República. Nesta quarta, também será laçada na Câmara a Frente Suprapartidária em defesa de eleições diretas já. PDT participa da frente.

De acordo com o presidente nacional da legenda, Carlos Lupi, o momento que a política brasileira vive é delicado, mas decisões precisam ser tomadas.

“A hora de ter posição é agora. A crise institucional colocou na presidência, sem legitimidade, Michel Temer, que não tem nenhum compromisso com os avanços sociais que a população tanto precisa. O povo precisa ser ouvido. As eleições diretas são fundamentais neste momento”, afirmou.

Lupi também discutiu junto com a Executiva a possibilidade de convocar o Diretório Nacional para tomar decisões mais profundas sobre a crise. A reunião, será em julho, em data ainda a ser marcada.

Pré-candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes – que também ocupa umas das vice-presidências do partido – também falou sobre a necessidade da discussão em torno das eleições diretas.

“Meu pensamento está em linha com o presidente Lupi. Vivemos um momento onde algumas rupturas já foram consolidadas, como o golpe que levou Temer à Presidência. Dentro deste quadro, ouvir a população se torna indiscutível”, afirmou Ciro.

Nesta quarta-feira (7) será lançada a Frente Suprapartidária pelas Diretas Já, movimento encabeçado por PDT, PSB, Psol, PT e PCdoB. O lançamento será no Salão Nobre da Câmara às 16 horas, e vai contar com os presidentes nacionais das legendas e vários parlamentares.