Encontro com Osmar Dias reúne mais de 250 lideranças da Região Sudoeste do Paraná


13/03/2018

“Se a gente deixar que um vizinho compre a propriedade de um vizinho, e do outro vizinho e do outro, a gente vai mandar muita gente para a cidade. E essas pessoas não estão preparadas para assumir uma atividade da cidade, o que elas sabem fazer é plantar, é produzir alimentos. Eu não vejo outra hipótese se a gente não der prioridade absoluta para a agricultura nesse estado”.

Com este posicionamento, Osmar Dias, pré-candidato do PDT ao Governo do Paraná, iniciou sua participação no encontro, realizado no último sábado (10), em Francisco Beltrão. Mais de 250 pessoas participaram do evento, organizado pela Regional Sudoeste do PDT, juntamente com os deputados Assis do Couto (federal) e Nelson Luersen (estadual).

Osmar Dias ressaltou a importância das eleições de 2018 ao dizer que esta será, depois da redemocratização do País, a eleição mais importante.

“O paraná não comporta voto errado, irresponsabilidade e brincadeira nesta eleição. Não vamos aceitar lotear o estado em cargos políticos. Partido que quiser fazer aliança vai fazer sabendo que não vai ter as boquinhas as escolhas serão técnicas”, ressaltou.

O encontro, realizado na sede da Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná (AMSOP), reuniu lideranças de toda a região que aproveitaram para apresentar sugestões para a formulação de um plano de estado a ser apresentado por Osmar Dias. Depois de ouvir as demandas de vários segmentos, entre os quais saúde, educação, agricultura familiar, transportes e cooperativismo, Osmar Dias falou sobre alguns pontos que considera de fundamental importância.

Além da valorização da Agricultura Familiar, Osmar destacou a importância do fortalecimento da Copel e da Sanepar. “A Copel e a Sanepar são estratégicas porque energia é insumo essencial à vida. É inconcebível que o Paraná tenha a Itaipu Binacional e falte energia. Queremos ter um projeto junto com a Copel para levar energia trifásica para todas as propriedades rurais do Paraná”, frisou.

Quanto a Sanepar, Osmar Dias falou que a Sanepar perdeu capacidade de investimento. “Estamos em um caminho muito temeroso. Mas só enxerga isso quem desliga a televisão. Eu quero a Sanepar colocando água em cada propriedade, fazendo saneamento e eu quero a Sanepar como gestora de um projeto de resíduos sólidos, porque não é possível ver lixão a céu aberto nas margens das cidades”, assegurou.

Osmar Dias também falou da necessidade urgente de duplicação, reestruturação e melhorias nas rodovias do Paraná, a exemplo do chamado corredor Sudoeste.

Sobre Saúde, Osmar se mostrou simpatizante da proposta de criação dos hospitais de pequeno porte microrregionais. “O Assis [do Couto] tem razão quando fala que a alta complexidade é função para os regionais, e que as emergências e os casos de baixa e média complexidade devem ficar com os consórcios municipais em microrregiões. É uma proposta que vou estudar com carinho porque aqui são no mínimo duas situações: o risco, porque é muito tempo na estrada, e a fragilidade física e emocional dos enfermos, que não podem ter a família por perto”, ponderou.

Osmar Dias também falou sobre segurança pública. Para o pré-candidato, além da construção de mais presídios, é necessária, assim como o investimento em educação. “Temos que resolver o problema da segurança com educação. Professor: não dá mais para continuar com essa briga entre professores e governo. Somente com a integração e valorização dos professores é que vamos resolver o problema”, assegurou Osmar.

O deputado federal Assis do Couto ressaltou que o Sudoeste é uma região muito organizada e que apesar de todas as dificuldades, não se cansa de fazer política.

“Nós estamos vivendo os piores momentos da educação do Paraná; precisamos organizar a saúde com hospitais microrregionais porque não é possível que alguém de Capanema queira que uma gestante venha dar à luz aqui em Francisco Beltrão; outro problema que atormenta a população dessa região é o pedágio. Temos que fazer um pedágio de manutenção. Se colocarmos um pedágio caro nós vamos sofrer, o desenvolvimento vai ser sacrificado”, observou ao agradecer a visita de Osmar e a disposição em ouvir a população do Sudoeste do Paraná.

O deputado estadual Nelson Luersen destacou a competência de Osmar Dias em sua trajetória de vida pública. “Osmar deu atenção especial para a agricultura familiar quando esteve no Banco do Brasil e na secretaria de Agricultura e no senado. O Paraná precisa de um governo firme, ético, correto, de alguém que você olhe nos olhos e confie. Nós não precisamos de ninguém agradável, que seja simpático. Nós precisamos de um bom gestor, de um bom administrador, aquele que acabe com a bronca do servidor público. Aquele que olhe com dedicação para a saúde, aquele que vá atrás dos problemas e resolva”.

Além dos deputados, estiveram presentes vários prefeitos, vereadores, dirigentes partidários, representantes de entidades e associações de vários municípios da Região Sudoeste.

Após o encontro com lideranças da Região Sudoeste, Osmar Dias aproveitou para visitar a Expobel 2018, que este ano comemora 50 anos. O pré-candidato ao governo do Paraná, acompanhado dos deputados visitou a ACEFB, almoçou na Sociedade Rural e visitou o Parque de Exposição, onde conversou com diversos expositores.