El Caudillo é lançado em Fortaleza

A biografia de Leonel Brizola, do jornalista FCLeite Filho, foi  lançado em Fortaleza no dia 21 de outubro, às 19h30, na Livraria Oboé do Center Um, Aldeota. O livro já teve lançamentos em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Belo Horizonte.Contendo 544 páginas e três galerias de fotos, a partir de farta documentação e de depoimentos de 50 testemunhos, El Caudillo aborda o itinerário político de Leonel de Moura Brizola a partir de farta documentação e de depoimentos de 50 testemunhos.  

A análise d El Caudillo pelo Diário do Nordeste 

Sobre o livro

Contendo 544 páginas e três galerias de fotos, a partir de farta documentação e de depoimentos de 50 testemunhos, o livro aborda o itinerário político de Leonel de Moura Brizola, desde sua militância na juventude.

Por mais de 50 anos, Leonel Brizola sacudiu a política brasileira com um feitio ousado e desafiador. Aos 37 anos, surpreende os Estados Unidos desapropriando uma de suas empresas, em Porto Alegre , e aos 39, enfrenta e vence o Exército, que vetara a posse do Vice-Presidente João Goulart. Tudo a partir de sua mensagem incandescente e uma noção de estratégia só comparável aos grandes generais da história. Foi também um político de grande votação e um gestor arguto que introduziu o moderno planejamento na administração pública brasileira, quando revolucionou a educação.

Por que ele não se elegeu Presidente, em 1989, quando já tinha dado a voltFCLeite Filho e Brizola, liderança do PDT na Câmara, em 2000a por cima da cassação e do exílio de 15 anos? É o que se propõe a relatar e avaliar aqui o repórter e analista político FC Leite Filho, que conheceu Brizola em Lisboa, dias antes da anistia, em 1979, quando com ele entabulou uma longa convivência que, nos últimos tempos, se tornou quase diária. É desta aproximação e da farta documentação que reuniu , que o autor tenta enfocar os altos e baixos do último dos grandes caudilhos sul-americanos.

Diz o prefácio do jornalista e ex-deputado Neiva Moreira, de 90 anos, secretário-geral da Frente Parlamentar Nacionalista (1964) e um dos braços-direitos de Brizola:
“Aqui se retrata a longa e acidentada ação política e social e os pequenos e grandes fatos da vida deste brasileiro, com quem convivi por mais de 40 anos, tanto nos momentos de glória como nos de opróbrio.” O livro tem o formato de 16 X 23, com 544 páginas e custará R$ 59,00.

O autor

Francisco das Chagas Leite Filho, (Sobral – Ceará, 1947) reside em Brasília desde 1968. Começou no rádio, em sua cidade, aos 14 anos, e na capital, militou nos principais jornais – Correio Braziliense, Diário Popular, Estado de Minas, Jornal do Brasil, Correio do Povo, O Globo e Folha de S. Paulo. Em 1977-78, atuou como correspondente do Correio, em Londres. Conheceu Leonel Brizola quando este ainda era exilado, em Lisboa, em 1979, como enviado especial do CB . A partir daí desenvolveu intensa amizade com o líder trabalhista, tornando-se membro do Diretório Nacional e assessor na Liderança do PDT, em 1989.

Veja também:

Lançamento de “El Caudillo” no Rio reúne pedetistas no Catete

Lançamento em Belo Horizonte

Leia Comentário: El Último Caudillo Brasileño

Leite Filho lança biografia de Brizola em Brasília

Entrevista na Revista Carta Capital