Deputado Alencar da Silveira propõe fim do horário de verão em Minas Gerais

Diário do Nordeste

Alencar da Silveira Júnior (2º - secretário da ALMG - PDT/MG)

O deputado estadual Alencar da Silveira Jr. (PDT-MG) está recolhendo assinaturas para levar ao plenário da Assembleia de Minas um projeto de resolução que determina a realização de um plebiscito sobre o Horário de Verão em Minas Gerais. O modelo é para decidir sobre a permanência ou não da medida, que consiste em adiantar em uma hora o relógio no estado.

O texto passou pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e teve parecer do deputado Leonídio Bouças (PMDB) pela Inconstitucionalidade aprovado. Mas o deputado Alencar da Silveira, que creditou à decisão a falta de informação sobre o texto, vai recorrer para derrubar o parecer em plenário.

Alencar acredita que quem tem que dizer se quer ou não o horário de verão é a população. O deputado também disse que um projeto como esse conseguiu acabar com o horário de verão na Bahia. Para Alencar da Silveira, apesar do argumento de que o adiantamento dos relógios traz economia, ele “faz mal à saúde” porque as pessoas têm de acordar muito cedo.

O deputado Leonídio Bouças (PMDB) disse que considerou o texto inconstitucional porque o horário de verão faz parte de um plano nacional da União de economia de energia e a saída de MG iria causar confusão inclusive para os negócios. Procurado por Alencar da Silveira, o peemedebista disse que são necessárias oito assinaturas de colegas para que o assunto vá à discussão em plenário, onde os deputados podem derrubar o parecer se houver acordo.