Delegação do PC chinês visita Brasil a convite do PDT

A convite da direção nacional do PDT, uma delegação da China chefiada pelo Secretário-Geral do PC para a Região Autônoma do Tibete, Zhang Qingli, esteve no Brasil esta semana percorrendo as cidades de Rio de Janeiro, Foz do Iguaçu e Brasília. Na última terça Zhang e comitiva cumpriram agenda em Brasília acompanhados pelo Presidente nacional em exercício do PDT, Deputado Vieira da Cunha (RS), e pelo Secretário-Geral do partido, Manoel Dias.

A delegação chinesa se reuniu com o presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer, e também com o ministro do Trabalho e Emprego, além de presidente licenciado do PDT, Carlos Lupi.  No encontro com Lupi,  Zhang Qingli, também integrante do Comitê Central do Partido Comunista da República Popular da China, destacou o ótimo entrosamento entre o PC chinês e o PDT, ao longo da história. “No seu tempo, Leonel Brizola pavimentou o caminho do nosso intercâmbio e os senhores, como seus fiéis seguidores, hoje dão prosseguimento às excelentes relações que mantemos”, disse Zhang , dirigindo-se a Lupi, a Vieira da Cunha e a Manoel Dias.

 A comitiva chegou ao Rio de Janeiro no sábado;  domingo seguiu para Foz do Iguaçu e na segunda pela manhã chegou a Brasília, sendo saudada à noite com um jantar pelo Secretário de Relações Internacionais do PDT, Senador Cristovam Buarque (PDT-DF). Na terça a delegação participou, logo de manhã, da reunião na Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara, com os Deputados Vieira da Cunha, Aldo Rebelo (PCdoB-SP), Damião Feliciano (PDT-PB), Wiliam Woo (PSDB-SP) e Cláudio Cajado (DEM-BA).

À tarde, os chineses se reuniram com o presidente da Câmara Michel Temer e visitaram a Liderança do PDT, sendo recebidos pelo Líder do PDT na Câmara, Deputado Brizola Neto (RJ), acompanhado dos  deputados Arnaldo Viana (RJ) e Dagoberto (MS).  A agenda da terça se encerrou com o encontro, no Ministério do Trabalho, com o ministro Lupi – reunião que teve também a presença de Marcelo Panela, tesoureiro nacional do PDT.

Além de Qingli, integravam a delegação chinesa Ge Sang Ci Ren, vice-diretor do comitê do Congresso do Povo da Região Autônoma do Tibete e  diretor da Comissão de Trabalho da Assembléia do Povo da cidade tibetana de Xigaze;  Shu Qiming, diretor do gabinete de Estudo do Comitê Regional do PCC do Tibete;   Wang Yulin, diretor-geral para América Latina e Caribe do Departamento de Relações Exteriores do Comitê Central do PCC; e Chen Xiao Ling, diretora de divisão do mesmo departamento.

Rio e Foz do Iguaçu – Via Franckfurt, na Alemanha, a delegação chinesa chegou ao Brasil no sábado (9/5) por volta do meio dia, no Aeroporto Santos Dumont, depois de perder uma conexão em São Paulo devido ao atraso na saída da Alemanha – fato que prejudicou em parte a programação. A chegada estava prevista para as 7h30m da manhã de sábado no Aeroporto Tom Jobim, mas foi transferida para o Santos Dumont, por volta do meio dia.

 A programação original incluía, além da visita ao Corcovado e ao Pão de Açúcar, e almoço na residência do Cônsul da China no Rio de Janeiro, Li Baojun, no Leblon;  uma visita a Niterói no  Caminho Niemeyer, ao Museu de Arte Contemporânea (MAC) e ao Parque da Cidade; fechando com um show na Plataforma, a noite.

Devido ao atraso, a ida a Niterói foi cancelada.  Manoel Dias recebeu a delegação no Santos Dumont, juntamente com Fernando Barbosa e os visitantes, após almoçarem, foram para o hotel de onde saíram logo em seguida para o passeio no Rio. Manoel os acompanhou ao Corcovado e ao Pão de Açúcar, juntamente com a secretária nacional do Movimento Negro do PDT, Edialeda Salgado do Nascimento, e Osvaldo Maneschy, da executiva nacional da Fundação Leonel Brizola – Alberto Pasqualini.

A delegação seguiu para Foz do Iguaçu no domingo de manhã e ao chegar em Foz foi recebida por Jean Carlos Gomes, da Secretaria Municipal de Turismo, e pela consulesa da China em São Paulo, Gu Yunfen. A comitiva se hospedou no  Bourbon e de lá seguiu para um restaurante chinês local, seguindo depois do almoço para o Parque Nacional das Cataratas do Iguaçu.

Descontraídos e impactados com a beleza natural, embora a estiagem tenha reduzido a um terço o volume de água das cataratas, os chineses se misturaram aos turistas – procedentes de todos os lugares do mundo – tirando muitas fotos.  Eles não foram a Hidroelétrica de Itaipu, devido ao tempo exíguo, mas visitaram rapidamente o marco das três fronteiras – Brasil, Argentina e Paraguai – na confluência do rio Iguaçu com o Paraná; seguindo para o hotel, parando em uma loja de souvenirs no caminho.

Á noite a delegação se deslocou para a Churrascaria Búfalo Branco, onde foi  recepcionada pelo secretário de Relações Internacionais de Foz do Iguaçu, Sergio Lobato, em nome do prefeito  Paulo Mac Donald Ghisi, do PDT; que  não pode comparecer devido a problemas médicos de sua mulher.O Secretário de Planejamento Urbano de Foz do Iguaçu, Wádis Benvenuti, também compareceu ao jantar.  

A comitiva chinesa deixou Foz do Iguaçu na segunda-feira no vôo das 6 horas da manhã, seguindo para Brasília, com escala em Curitiba. Os chineses desembarcaram na capital por volta das 10h30m da manhã.

Fotos: Renato Fernandes Alves e Osvaldo Maneschy