Dagoberto coleta assinatura para criar CPI do GDF

Líder do PDT na Câmara dos Deputados coleta assinatura para instalar CPI do GDF



O líder da bancada do PDT na Câmara dos Deputados, deputado Dagoberto (MS), vai começar hoje (02/12/09) a coletar assinaturas em requerimento de instalação de Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) para apurar se houve uso de dinheiro público federal no suposto esquema de corrupção no Governo do Distrito Federal (GDF).

O parlamentar espera obter subscrição de um terço do total de deputados (171 assinaturas) no requerimento até a próxima semana. “Como líder já conversei com outras legendas e recebi o apoio que preciso para conseguir instalar a CPI”, enfatizou Dagoberto. A CPI pode investigar fato de relevante interesse para a vida pública e para a ordem constitucional, legal, econômica ou social do País.

Segundo Dagoberto, “no Distrito Federal a maioria das obras é executada com recursos federais repassados ao governo local, por isso a necessidade do envolvimento do legislativo federal na apuração das denúncias de corrupção”. As denúncias divulgadas nos últimos dias pela imprensa sobre a operação Caixa de Pandora, da Polícia Federal (PF), trouxe à tona a suposta distribuição de recursos de forma ilegal envolvendo o governador José Roberto Arruda (DEM) e seus aliados.

A intenção do deputado é investigar a origem desses recursos e se foram usados no suposto repasse de dinheiro aos aliados da Arruda, que, segundo inquérito que tramita no Superior Tribunal de Justiça (STJ), era feito por meio de pelo menos quatro empresas que prestam serviço ao governo do DF.