Conselho de Ética se chama Jefferson Péres

 A Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) prestou nesta terça-feira (12) uma homenagem ao senador Jefferson Péres, falecido neste ano, ao aprovar o Projeto de Resolução 27/08 que dá o seu nome ao Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Senado. Apresentado pelo senador Epitácio Cafeteira (PTB-MA), o projeto foi aprovado por unanimidade. E a aprovação foi sucedida de aplausos dos senadores presentes, por iniciativa do relator da matéria, senador Pedro Simon (PMDB-RS). Essa proposta, para ser confirmada, ainda terá de ser votada na Comissão Diretora e no Plenário do Senado.

Simon admitiu que a decisão de dar o nome de um parlamentar ao órgão – que passa a chamar-se Conselho de Ética e Decoro Parlamentar Senador Jefferson Péres – causou “algum estranhamento”. Mas o novo nome do conselho, observou, poderá estimular os seus integrantes a sempre buscarem a “decisão correta”.

– É impressionante ver que, por onde ando neste país, todos dizem que Jefferson Péres vai fazer falta. Eu tinha uma inveja grande dele, mas uma inveja não pecaminosa, e sim uma inveja cristã. Ele dizia em cinco minutos o que eu precisaria de uma hora para falar – disse Simon, em tom emocionado.

O presidente da CE, senador Cristovam Buarque (PDT-DF), pediu para deixar momentaneamente a condução dos trabalhos, a fim de registrar o seu próprio voto favorável ao projeto. O senador Renato Casagrande (PSB-ES) disse que a comissão estava prestando uma “justa homenagem” a Jefferson Péres. Por sua vez, a senadora Marina Silva (PT-AC) – que relatou ter sido eleita juntamente com o homenageado – observou que a inovação de dar o nome de um senador ao conselho tem “muita força simbólica”.

O exemplo de condução ética de Jefferson também foi ressaltado pelos senadores Flexa Ribeiro (PSDB-PA), Romeu Tuma (PTB-SP) e Papaléo Paes (PSDB-AP). O senador Augusto Botelho (PT-RR) recordou as críticas feitas pelo então senador ao voto secreto, em Plenário, para questões ligadas à ética e ao decoro parlamentar