Comissão debate tratamento dado a brasileiros na Espanha

  
Cientista da USP, que foi detida em Madrid, participará da audiência

A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara dos Deputados realiza, nesta quarta-feira (12), audiência pública para debater denúncias de práticas de preconceito e maus tratos contra brasileiros que pretendem entrar na Espanha e outros países. A audiência atende a requerimento dos deputados Vieira da Cunha (RS), líder do PDT, e Ivan Valente (PSOL-RJ). Na justificativa, os parlamentares ressaltam que o Brasil é o segundo destino dos investimentos espanhóis. “No entanto, quando se trata de respeito aos direitos humanos, à pluralidade, história e à cultura própria de cada país a situação é bem diferente, conforme temos observado com as humilhações que brasileiros têm sido vítimas. Neste aspecto, há enorme discrepância no tratamento reservado entre um e outro país”, destacam os deputados. A mestranda de Física da USP Patrícia Camargo Magalhães participará da audiência.

No último dia 9 de fevereiro, a pesquisadora brasileira partiu para Lisboa a fim de apresentar um trabalho científico em uma conferência internacional. No entanto, na escala em Madrid, Patrícia foi detida por falta de documentos em mãos que comprovassem a reserva em hotel. Conforme seu relato, ela ficou presa por três dias em ambiente degradante, superlotado e privada de seus objetos pessoais, inclusive de higiene.

Estão confirmadas as presenças do ministro Eduardo Gradilone, diretor do Departamento Consular e de Brasileiros no exterior do Ministério das Relações Exteriores; de Marco Antônio Zago, presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); e de César Augusto Toselli, coordenador-geral de Imigração substituto da Polícia Federal.

A audiência ocorre às 11h no Plenário 3 do Anexo II da Câmara dos Deputados.