Seminário de Vereadores do PDT começa focado no fortalecimento partidário

Wellington Penalva14/02/2017

Lupi abriu o encontro nesta quinta, em Brasília.

Assista ao vivo o encontro na página da Fundação Leonel Brizola – Alberto Pasqualini.

O IV Seminário de Vereadores do PDT teve início na manhã desta quinta-feira (16) para discutir “O Trabalhismo e a nova gestão pública municipal – Desafios à construção de um mandato transparente e participativo”. O evento, realizado no Hotel Nacional, em Brasília contou com a participação de mais de 400 pedetistas de todas as regiões do país.

Carlos Lupi, presidente nacional do PDT, abriu o encontro falando sobre a necessidade de fortalecer o partido a partir da base: os vereadores. “Esse encontro é para nos aproximarmos da base do nosso partido, o vereador. Aquele que está mais próximo da população e conhece de perto as necessidades do povo. São eles que darão sustentação à candidatura de Ciro Gomes na caminhada rumo ao cargo máximo da república”.

O líder pedetista também lembrou a trajetória do trabalhismo como referência indispensável para a atuação partidária. “Getúlio lutou pela justiça social, por um país menos desigual a partir da soberania nacional e da valorização do trabalho e do trabalhador”, lembrou. “Precisamos conhecer nosso passado para construirmos um presente justo e alinhado com a nossa ideologia”, completou.

Em seguida, com a palavra, o presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Salmito Filho, salientou a importância do partido no processo político brasileiro. “Temos consciência do papel do PDT nesse momento político que nos traz a oportunidade de assumir o protagonismo na política nacional. E vamos trabalhar, em nossas cidades, para construir essa realidade”, garantiu o representante dos vereadores no evento.

Representando os movimentos pedetistas, a presidente da Ação da Mulher Trabalhista, Miguelina Vecchio, foi incisiva ao falar de fidelidade partidária. “Um pedetista que não vota em seu partido não merece pertencer a ele”, afirmou.

Manoel Dias, presidente da Fundação Leonel Brizola – Alberto Pasqualini (FLB-AP) – instituição responsável pelo evento – foi o último a falar na manhã do primeiro dia. “O Brasil está vivendo um dos seus piores momentos da história da República. Nessa hora, cabe a nós como único partido popular viável, oferecer uma alternativa ao povo brasileiro”, afirmou ao lembrar  também da próxima eleição presidencial.

O deputado federal André Figueiredo (CE) e outros parlamentares pedetistas fizeram parte da mesa de abertura que contou, ainda, com a presença de João Vicente Goulart, filho do ex-presidente Jango.

Na parte da tarde, o ex-governador e pré-candidato do PDT à presidência, Ciro Gomes, fará a palestra “O próximo passo: Um desafio chamado Brasil”.

 

Atividades

Ao longo dos dois dias, os presentes assistirão palestras e participarão de debates sobre gestão, comunicação, processo legislativo, dentre outros pontos fundamentais para ampliar os resultados da atuação dos parlamentares nas Câmaras Municipais.

O destaque da primeira parte será a palestra de Ciro Gomes, que abordará os próximos passos no desafio chamado Brasil. Na sexta-feira (17) será lançada a Frente Nacional de Vereadoras e Vereadores do PDT.