CIEP comprova ser a melhor escola do Brasil

Conversa Afiada – Paulo Henrique Amorim

A melhor escola do Brasil é um Ciep (Centro Integrado de Educação Pública), também conhecido como Brizolão. A escola estadual Professora Guiomar Gonçalves Neves, em Trajano de Moraes, Região Serrana do Rio de Janeiro, obteve o primeiro lugar no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), com nota 8,5. A média nacional das escolas estaduais brasileiras é 3,3.

Em entrevista a Paulo Henrique Amorim nesta sexta-feira, dia 22, o diretor da escola, Elielton Riguetti, disse que a fórmula do bom desempenho é “um trabalho bem integrado, com a participação de todos os professores” (clique aqui para ouvir o áudio).

“A equipe de professores é muito comprometida, muito responsável, estão sempre estudando, se aprimorando, pra poder desenvolver práticas mais inclusivas”, explicou Elielton Riguetti.

Além disso, os alunos têm carga horária integral. As aulas vão das 8h às 16h. “Nesse período eles têm atividades de arte, recreação, vídeo, leitura, estudo dirigido, que é um reforço para os alunos que estão apresentando dificuldades”, afirmou o diretor da escola.

Riguetti disse que o Ciep Guiomar Gonçalves Neves ainda segue o mesmo modelo, implantado pelo então Governador do Rio de Janeiro, Leonel Brizola.

“Ele segue o primeiro segmento do ensino fundamental. De primeira a quarta (série) ele é todo em horário integral, conforme está determinado a legislação do Ciep, de horário integral de todas essas atividades. Então, foram feitos padrão e depois foi incorporando cursos de quinta à oitava e também do ensino médio. Então, hoje nós temos a quinta à oitava todo e temos o ensino normal a nível de ensino médio”, disse Riguetti.

Das dez escolas mais bem avaliadas pelo Ideb, cinco são do Rio de Janeiro.

Leia a íntegra da entrevista com o professor Elielton Riguetti:

Paulo Henrique Amorim – O Ciep Professora Guiomar Gonçalves Neves, que fica na cidade Trajano de Moraes, no Rio de Janeiro, tirou 8,5 no exame do Ideb e com isso se tornou a escola pública brasileira com o maior resultado escolar. Eu vou conversar agora com o diretor dessa escola, o professor Elielton Riguetti. Professor Riguetti, o senhor vai bem?

Elielton Riguetti – Tudo bem, Paulo.

Paulo Henrique Amorim – O senhor esperava ter um resultado tão brilhante?

Elielton Riguetti – Olha, eu esperava que ficasse entre as melhores, mas não em primeiro lugar no ranking nacional. Com certeza está motivando a escola e o município, está todo mundo muito contente, muito feliz.

Paulo Henrique Amorim – A pergunta básica é a seguinte: qual é a sua fórmula para tirar o primeiro lugar em todo o país?

Elielton Riguetti – A fórmula é uma fórmula coletiva. A gente realiza um trabalho bem integrado, com a participação de todos os professores, comunidade escolar. Isso realmente vem fazendo a diferença. A equipe de professores é muito comprometida, muito responsável, estão sempre estudando, se aprimorando, pra poder desenvolver práticas mais inclusivas, mais nobres e que despertam uma motivação e interesse pelos estudos.

Paulo Henrique Amorim – Mas o que a sua escola, Guiomar Gonçalves Neves, o seu Ciep, tem de diferente das outras escolas? O que o senhor diria que é uma principal virtude do trabalho que o senhor faz aí?

Elielton Riguetti – É o comprometimento de toda a equipe, como eu falei. A gente tem também horário integral, os alunos entram às 8 horas da manhã e saem às 16 horas. Nesse período eles têm atividades de arte, recreação, vídeo, leitura, estudo dirigido, que é um reforço para os alunos que estão apresentando dificuldades durante o processo de aprendizagem e, então, eles têm umas duas ou três (aulas) de estudo dirigido todos os dias, com o próprio professor, pra estar tirando as dúvidas deles.

Paulo Henrique Amorim – E qual é o treinamento que os professores recebem? Eles têm algum tipo de atualização, algum tipo de aperfeiçoamento?

Elielton Riguetti – Olha, os professores, ou eles têm um curso normal, superior, ou eles estão cursando nas faculdades aqui mesmo da região. Os professores viajam horas pra poder estar estudando e, além disso, eles têm duas horas de planejamento todos os dias dentro da própria escola… para trocar informações, opiniões, atividades, dando sugestões. Temos também dentro da escola um teleposto, que faz empréstimo de fitas educativas, pedagógicas…

Paulo Henrique Amorim – Essa sua escola é um Ciep, não é isso?

Elielton Riguetti – É um Ciep.

Paulo Henrique Amorim – É o assim chamado Brizolão.

Elielton Riguetti – Isso, Ciep, Brizolão 279 Professora Guiomar Gonçalves Neves.

Paulo Henrique Amorim – E essa escola, esse Ciep segue aqueles padrões originais da idéia original de um Brizolão ou ele foi sendo alterado ao longo do tempo?

Elielton Riguetti – Ele segue o primeiro segmento do ensino fundamental. De primeira a quarta (série) ele é todo em horário integral, conforme está determinado a legislação do Ciep, de horário integral de todas essas atividades. Então, foram feitos padrão e depois foi incorporando cursos de quinta à oitava e também do ensino médio. Então, hoje nós temos a quinta à oitava todo e temos o ensino normal a nível de ensino médio.

Paulo Henrique Amorim – A sua escola é municipal ou estadual?

Elielton Riguetti – É uma escola estadual.

Paulo Henrique Amorim – E o que falta pra ela? Nós vimos o que ela tem de diferente e de melhor. O que o senhor acha que o Estado do Rio de Janeiro poderia dar ainda mais pra sua escola?

Elielton Riguetti – Falta pintura na fachada da escola, que a gente deseja, que está muito feira realmente. Depois um provedor de internet, pra que nossos alunos estejam acessando. Nós já temos a sala, o laboratório de informática, temos os computadores, mas aqui por ser muito distante, a gente precisa de um provedor de internet. É o que a gente deseja no momento.

Paulo Henrique Amorim – Está faltando internet.

Elielton Riguetti – Está faltando internet para o laboratório. A escola tem internet para fazer os trabalhos da secretaria, isso a gente tem internet discada. Pra estar atendendo todos os computadores…

Paulo Henrique Amorim – Tem computador para aluno?

Elielton Riguetti – Tem, o laboratório de informática. Tem dez computadores que nós recebemos do Governo do Estado e agora nós recebemos mais 10 computadores, que foi o governo federal que mandou pra gente.

Paulo Henrique Amorim – Muito bem, professor. Foi um prazer falar com o senhor e parabéns!

Elielton Riguetti – Obrigado.