Chávez promete empenho por refinaria no Maranhão

    O presidente da Venezuela Hugo Chávez disse quinta-feira (27), em São Luís, que vai se empenhar, nos encontros periódicos (trimestrais) que tem com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, para acertar com o governo brasileiro a construção, no Maranhão, de uma refinaria de petróleo, nos moldes da que será construída em Pernambuco. “Não depende apenas de mim, mas me comprometo a falar com o presidente Lula, que é meu irmão, sobre a viabilização de uma refinaria de petróleo no Maranhão”, afirmou Chávez, em discurso pronunciado do balcão do Palácio dos Leões. Mais tarde, durante a assinatura do protocolo de intenções para formalizar o intercâmbio entre o Maranhão e a Venezuela nas áreas de educação, saúde, meio ambiente, agropecuária e comércio, Hugo Chávez fortaleceu sua promessa, afirmando que o governador Jackson Lago e o governo venezuelano já podem começar a trabalhar juntos nos estudos preliminares sobre a implantação da refinaria. Um gasoduto e uma siderúrgica foram outros projetos que Hugo Chávez disse estar interessado em ajudar a viabilizar no Maranhão.

Atraso e discursos inflamados – O presidente venezuelano chegou a São Luís com quatro horas de atraso em relação ao horário inicialmente previsto para o início da visita. Esperado para as 11h, Chávez só chegou perto das 15h – em meio a um grandioso aparato de segurança, em que não faltaram nem mesmo atiradores de elite da Polícia e do Exército, postados nos prédios próximos ao Palácio dos Leões.

Jornal o Pequeno