Centrais sindicais discutem FGTS com Ministro do Trabalho

Força Sindical e demais centrais discutem com Ministro do Trabalho a rentabilidade do FGTS



A Força Sindical, a CUT, a Nova Central e a CGTB vão discutir hoje, às 16 h, em Brasília, com o ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, novas fórmulas de rentabilidade do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). Atualmente, o rendimento do FGTS é calculado com base na TR (Taxa Referencial) mais juros de 3% ao ano, que resulta em uma das menores remunerações do mercado.

Pela Força Sindical vão participar da reunião Paulo Pereira da Silva, o Paulinho, presidente da central, e João Carlos Gonçalves, Juruna, secretário-geral da Força.

“Queremos discutir mudanças na remuneração das contas dos trabalhadores. Hoje, as contas do FGTS têm uma das menores rentabilidade do mercado e isso nós queremos mudar”, afirma Paulinho.