Cabral veta rebatizar avenida com nome de Brizola

 Governador vetou projeto para mudar nome de avenida na Baixada Fluminense

Rio – Que político merece prioridade em homenagem na Baixada Fluminense: o ex-governador Leonel Brizola, morto em 2003, ou o ex-presidente americano John Fitzgerald Kennedy (JFK), assassinado em 1963? O governador Sérgio Cabral parece não ter dúvidas: é Kennedy na cabeça.

O Diário Oficial de ontem trouxe o veto de Cabral ao projeto do deputado Zito (PSDB), que rebatizava a Avenida Presidente Kennedy, que corta Duque de Caxias e Belford Roxo, de Avenida Leonel Brizola. Na justificativa, a explicação é de que a medida, apesar de louvável, “não se faz oportuna e conveniente”, pois a via foi “denominada com o intuito de prestigiar uma figura de notória repercussão na história mundial, o Presidente John Kennedy”. No texto, não há citações a impedimentos jurídicos.

Brizolista histórico, o deputado Paulo Ramos (PDT) afirma que Cabral não quis desagradar o prefeito de Caxias, Washington Reis (PMDB), que disputará a reeleição contra Zito, ano que vem. “Foi pequenez política”. A assessoria de Cabral garantiu que não faltarão oportunidades para homenagear Brizola.

O Dia