Brizola Neto: "Eles entregaram a Vale e a Embratel. O que querem agora?"

Brasília, 20 de maio de 2009 – Em discurso contundente no plenário da Câmara ontem, o líder do PDT, deputado Brizola Neto (RJ), acusou a oposição de tentar desmoralizar a Petrobras com a criação da CPI no Senado. Para Brizola, a manobra da oposição tem claro objetivos eleitoreiros com sentido de atingir o governo e antecipar a campanha de sucessão do presidente Lula no ano que vem.

Para o deputado, o debate traz a tona questões ideológicas que precisam mesmo ficar claras e que contrapõem o modelo privatista do governo Fernando Henrique com o modelo adotado pelo governo Lula em que o Estado cumpre papel estratégico na condução do desenvolvimento na diminuição da pobreza.

“No Governo capitaneado pelo sociólogo Fernando Henrique Cardoso, cujo principal aliado era o PFL, hoje Democratas, assistimos à entrega do patrimônio nacional. Quem não se lembra dos vendilhões da Pátria entregando o patrimônio nacional até para grupos estrangeiros? Venderam a Embratel, a Companhia Vale do Rio Doce. Agora o que querem?”, provocou o líder do PDT.

O deputado pedetista irritou os deputados da oposição no plenário durante a votação do cadastro positivo ao relacionar a estratégia de PSDB e Democratas com os atos impatrióticos da antiga UDN (União Democrática Nacional), partido que representava os interesses da burguesia conservadora nacional a partir de 1945 e que se opuseram à criação da Petrobras.

“Esta empresa que é orgulho nacional foi criada por nós trabalhistas com o sangue do presidente Getúlio Vargas, que deu um tiro no próprio peito na semana da assinatura da criação da Petrobras. Ele se matou para garantir a existência de uma estatal que assegurasse que a riqueza do petróleo brasileiro seria usada em benefício do povo, que dela precisa, e muito, para superar a desigualdade, que ainda impera no nosso País, contra a pressão da UDN impatriótica. Hoje quem cumpre esse papel é o PSDB e o Democratas”, acusou Brizola Neto.

Na opinião dele, a criação da CPI da Petrobras é uma atitude irresponsável que mostra a falta de discurso e de clareza da Oposição, que perdeu o discurso das medidas provisórias e da crise para atacar o governo. “Os dados do Ministério do Trabalho já mostram que o Brasil é o primeiro país a ter saldo positivo na geração de empregos: mais de 150 mil, nos últimos 3 meses”, apontou o líder.

Após sua intervenção, Brizola Neto foi acompanhado por vários deputados da base do governo Lula em apoio à sua defesa da Petrobras