André Figueiredo defende prioridade no Projovem para jovens egressos de abrigos

Bruno Robeiro

Deputado federal André Figueiredo.A Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (23), por unanimidade, o parecer de autoria do deputado federal André Figueiredo que estabelece o atendimento prioritário de jovens egressos de abrigos pelo Programa Nacional de Inclusão de Jovens (Projovem).

“O tema é relevante. Os jovens provenientes de abrigos estão em clara situação de vulnerabilidade e merecem proteção”, justificou o parlamentar.

Durante a reunião, o deputado aproveitou para criticar o esvaziamento das políticas públicas voltadas à inclusão e capacitação de jovens.

“Infelizmente, esse projeto pode se tornar inócuo, vítima da visão tosca de se acabar com os projetos de qualificação profissional”, comentou.

No Congresso, André Figueiredo concede especial atenção ao tema, uma vez que ele também foi o relator da Medida Provisória 238/2005, que criou a Secretaria Nacional de Juventude, o Conselho Nacional de Juventude, e o primeiro ProJovem – responsável pela capacitação de mais de 600 mil pessoas só em 2005.