AMT e representantes femininas de outros partidos se unem pela aprovação da PEC 134

Ester Marques11/08/2017

A Ação da Mulher Trabalhista (AMT), juntamente com as presidentes e coordenadoras femininas de vários partidos, se reuniram com a bancada feminina da Câmara dos Deputados para falar sobre a Proposta de Emenda à Constituição (PCE 134/2015) que reserva uma cota de vagas para as mulheres na Câmara dos Deputados, assembleias legislativas e câmaras municipais: pelo menos 10% na primeira eleição depois da aprovação da PEC, 12% na segunda e 16% na terceira.

De origem no Senado, a proposta está pronta para votação em Plenário, desde 2016, mas estava parada por conta das discussões em torno da Reforma Política.

Para Miguelina Vecchio, presidente nacional da AMT e vice-presidente nacional do PDT, é preciso construir uma legislação positiva para garantir às mulheres de todo o Brasil uma real possibilidade de participar de forma efetiva do processo político nacional.

“Em uma sociedade na qual as mulheres foram excluídas dos processos de poder, com um Congresso fundamentalista como esse, ou construímos uma legislação positiva, mesmo que transitória, ou as mulheres serão sub-representadas mesmo, por um longo tempo”, destaca.

Já Maria Tereza Cunha, presidente da AMT do Paraná, chama a atenção de todos os deputados federais para acelerar a votação desse projeto tão importante.

“Este é um momento de Crucial importância para as mulheres brasileiras na política, vamos trabalhar para conseguir estabelecer esses 10%, temos que pressionar todos os deputados federais, inclusive dos demais partidos, aos quais tenhamos acesso”.

Apoio do nacional

Em vídeo, o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, destacou que o partido sempre esteve na vanguarda na luta pela garantia dos direitos das mulheres e, por isso, manifesta total apoio à PCE 134, fazendo um apelo que para que toda a sua bancada na Câmara Federal e os parlamentares de outros partidos votem a favor da emenda.

“É o começo de uma longa caminhada, até as mulheres serem maioria no parlamento Brasileiro”, destacou Lupi.

Confira a fala do presidente: