Amazonino Mendes registra candidatura e diz que vai consertar o executivo do Amazonas

19/06/2017

O candidato Amazonino Mendes (PDT-AM), da coligação “Movimento pela reconstrução do Amazonas”, realizou, na tarde desta segunda-feira (19), o registro de candidatura para o cargo de governador do Amazonas, na Eleição Suplementar 2017, no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), bairro Aleixo, Zona Centro-Sul.

Ao entregar o Plano de Governo, Amazonino destacou que o momento é apenas para arrumar a casa. Acompanhado do candidato a vice-governador, deputado estadual Bosco Saraiva (PSDB).

“Essa eleição é para um mandato de 12 meses. A minha proposta é consertar. É arrumar a casa e não será fácil. Não vamos fazer nada de mirabolante. Nada fora desse contexto. Vamos arrumar a nossa casa”, declarou.

Governador por três vezes, Amazonino relembrou aos jornalistas que ao sair em 2002 deixou o governo com as secretarias funcionando.

“O governo estava bem. Saí do governo há 15 anos, tínhamos 14 secretarias. Hoje tem 45 órgãos ao nível de secretaria e nada funciona. Óbvio que a coisa está errada. Minha proposição é colocar o carro nos trilhos, organizar a casa”.
Questionado sobre a eleição de 2018, o ex-governador foi enfático ao dizer que o postulante que pensar em reeleição estará fazendo um desserviço à população. “Não podemos falar em reeleição. Tem muita coisa errada e precisa ser consertada”, finalizou.

A coligação “Movimento pela reconstrução do Amazonas” é composta pelo PDT, PSD, PSDB, DEM, PV, PSC e PRB.