Amapá é elogiado por investir e valorizar afrodescendentes

GOVERNO DO AMAPÁ

Amapá é elogiado por investir e valorizar afrodescendentes
Representante do Conselho Nacional de Combate à Discriminação elogiou o Governo por investir nas populações afrodescendentes



O representante do Conselho Nacional de Combate à Discriminação, José Roberto Camargo, elogiou o Governo do Estado por valorizar e investir nas populações afrodescendentes, bem como criar uma secretária específica para tratar das políticas e ações do segmento, é o caso da Secretaria Extraordinária de Políticas para os Afrodescendentes (Seafro).

Para ele, a criação da Seafro é um sinal de que no Amapá as políticas de ações afirmativas estão sendo implementadas. “É importante que a secretaria tenha muita força. Tenho certeza que o senhor governador está ousando e muito. E sai na frente de grandes Estados”, afirma. José Camargo enfatizou que a Seafro necessita de uma estrutura poderosa e um orçamento próprio.

De acordo com José Carmargo, a comunidade negra no Brasil vive ainda um dilema. Com raras exceções, os negros estão fora das esferas do poder político, econômico, comunicação etc. “Um povo sem história e sem poder fica sempre em segundo plano”, ressaltou.

Durante o pronunciamento, a Secretária de Inclusão e Mobilização Social, Marília Góes afirmou que o atual governo tem em seus quadros no primeiro e segundo escalões do poder mulheres e homens negros. “No Amapá a realidade é bem diferente da grande maioria dos demais Estados. Aqui a população negra tem vez e voz no governo”, enfatiza.

No primeiro dia de seminário, o auditório da Universidade Estadual do Amapá (UEAP) ficou lotado. Acadêmicos de várias faculdades, representantes de cultos religiosos afros, antropólogos, pesquisadores, estudantes de ensino médio e representantes das comunidades afrodescendentes e outros segmentos da sociedade ouviram atentamente os discursos das autoridades.


A mesa de trabalho contou com a presença do governador, Waldez Góes; da Secretária de Inclusão e Mobilização Social, Marília Góes; Jacinta Sena, representante do Ministério da Saúde; Maria Nazaré Farias do Nascimento, Secretário Especial de Desenvolvimento Social; Josivaldo da Silva Libório, Secretário Extraordinário de Políticas para os Afrodescendentes; José de Araújo Paixão, presidente do Conselho das Comunidades Afrodescendentes do Amapá; Aristóteles Viana, da Setec; José Roberto Camargo, representante do Conselho Nacional de Combate à Discriminação; Alba Figueira, Antropóloga do Incra (DF) e Gilmar Batista, presidente da Câmara de Vereadores de Vitória do Jarí.

Governo do Amapá