PDT nacional fecha questão a favor da CPMF

O PDT decidiu fechar questão a favor da aprovação da Emenda Constitucional que ratifica a CPMF, por considerá-la um imposto democrático e altamente necessário ao desenvolvimento do país, durante reunião, hoje (11/09/07) em Brasíllia, da Executiva Nacional, as Bancadas da Câmara e do Senado e os Presidentes de Diretórios Regionais. 

Durante os debates, conduzidos pelo presidente nacional, Carlos Lupi, foi observado que o PDT, historicamente, sempre votou a favor da medida, desde a época em que era oposição no Governo Fernando Henrique. O líder na Câmara, deputado Miro Teixeira, disse que a posição do partido não envolvia troca-troca, enquanto o senador Jefferson Peres, do Amazonas, destacou o volume representado pela arrecadação da CPMF: 38 bilhões de reais. 

Já o deputado Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força, de São Paulo, explicou que suas propostas de reescalonamento, que previam a diminuição gradativa até a extinção do imposto, não vai influenciar em sua decisão de acompanhar a decisão partidária. 

O PDT ainda discutiu as eleições municipais de 2008, quando solicitou aos futuros candidatos a formalizarem sua filiação até o próximo dia 30 de setembro, como determina a lei (um ano antes do pleito) e enfatizou que a posição prioritária é lançar candidato próprio nos municípios, não se furtando a compor alianças, quando as condições políticas o exigirem. 

Por fim, o secretário nacional Manoel Dias confirmou para abril de 2008 a realização do V Congresso Nacional do PDT e para isso solicitou que os diretórios regionais organizem suas teses e participação até dezembro próximo. 

Manoel Dias ainda falou sobre a necessidade de o partido incrementar a criação dos núcleos de bases para formar lideranças, lembrando o papel da Universidade Leonel Brizola, que já está com 200 pontos de TV montados em todo o país, com cursos ’a distância sobre formação política e administração pública. Destes 200, 20 pontos estão em Roraima, onde segundo o presidente Mário Rocha, já existem dois mil alunos matriculados.

Ao final da reunião foi divulgada a seguinte nota oficial:

NOTA OFICIAL

A Executiva Nacional do Partido Democrático Trabalhista (PDT), reunida em Brasília nesta segunda-feira (11/9) com a bancada do partido na Câmara e no Senado Federal, mais os presidentes dos Diretórios Regionais, além de discutir questões relacionadas a organização do IV Congresso Nacional do partido marcada para abril de 2008; decidiu fechar questão a favor da continuidade da CPMF, atualmente em discussão no Congresso Nacional.


 

No entendimento da Direção Nacional do PDT, o governo não pode abrir mão desta arrecadação, fundamental para dar continuidade aos programas sociais e da área da saúde que atendem aos brasileiros mais desfavorecidos.

 

 

 

Brasília, 11 de setembro de 2007.

 

 

Carlos Lupi

Presidente Nacional do PDT

 

Manoel Dias

Secretário Nacional do PDT