PDT de Natal cria a Secretaria Estadual da Diversidade

20/06/2012

A vereadora Sargento Regina realizou na noite da última segunda feira (18), na Câmara Municipal de Natal, uma Sessão Solene alusiva à criação da Secretaria Estadual da Diversidade do Partido Democrático Trabalhista (PDT).

O evento contou com a presença do presidente regional do PDT, Carlos Eduardo Alves, do secretário estadual da Juventude Socialista do PDT, Kleber Fernandes; do secretário-geral do diretório estadual do PDT, Johnny Costa; da representante do Movimento Ação Mulher Trabalhista, Jailde Azevedo e do membro do PDT regional, Brígido Bezerra.

A Secretaria Estadual da Diversidade tem dentre suas metas realizar o mapeamento da diversidade no RN,  promover o fortalecimento da militância do partido, criar debates mensais para promover direitos da diversidade no RN, articular políticas públicas com garantia dos direitos da diversidade no RN; articular políticas públicas com garantia dos direitos à diversidade e realizar a criação dentro dos diretórios municipais do PDT de núcleos da diversidade.

O objetivo é defender, nos diretórios municipais do Estado, a luta no enfrentamento às desigualdades sociais e firmar presença dos segmentos dentro dos diretórios para contribuição na luta por garantia de direitos.

O secretário-geral do diretório estadual do PDT, Johnny Costa, lembrou a importância da criação do primeiro órgão partidário do país a implantar essa Secretaria. “Simboliza um legado de reconhecimento e justiça e vai servir de exemplo e de modelo a ser seguido” concluiu.

O secretário estadual da Juventude Socialista do PDT, Kleber Fernandes, destacou a demonstração de destemor, coragem e iniciativa da vereadora Sargento Regina em criar uma Secretaria única no país inteiro e afirmou a importância de fazer com que essas entidades possam ser respeitadas pela sociedade como devem ser.

“Nós não temos preconceito nem diferenças dentro do PDT. Quando falamos do povo, falamos de remanescentes. É necessário resgatar esses povos, politizar e mostrar a importância desse marco que o PDT está fazendo no dia de hoje. Hoje vemos que a política não se faz com politicagem mas com foco e idealismo”, disse o coordenador dos ciganos da Secretaria Estadual da Diversidade do PDT, Dalrivan Jorge.

O presidente estadual do PDT, Carlos Eduardo, afirmou : “O PDT tem hoje um dia muito especial, estamos consumando um objetivo que planejamos até chegar esse dia. Hoje um Partido que traz na sua militância organizações como o movimento sindical, o movimento da juventude e das mulheres, está demonstrando que é um Partido democrático que combate o preconceito e a desigualdade, com segmentos que só vêm engrandece-lo. A partir deste momento o PDT é maior, mais abrangente na sua sigla, nós somos realmente um Partido Democrático”.

 

A vereadora Sargento Regina citou sua luta diária em defesa do combate ao preconceito e à discriminação na Câmara Municipal de Natal e na cidade. “A partir de hoje não somos uma voz, somos milhares de vozes. Agradeço a todos que estão aqui para garantir os direitos que são violados diariamente. Hoje tenho certeza que o mapeamento que estamos fazendo vai contribuir muito para a mudança que desejamos para esta cidade”.

O órgão é formado por 10 coordenações representativas que atuarão em aproximadamente 155 núcleos regionais. A Secretaria Estadual da Diversidade do PDT é composta pela seguinte diretoria: diretoria financeira, Alexandre Porpino; diretoria técnica administrativa, Nilza Basílio; diretoria de enfrentamento ao preconceito e à discriminação, Helder Mathysunney; diretoria de pesquisa e apoio às políticas públicas, Paulo César Alves.

A Secretaria Estadual da Diversidade é composta ainda pelos seguintes coordenadores: Movimento LGBT, Jakeline Brasil; Movimento da Pessoa com Deficiência, Carmem Lúcia Bernardes; Movimento Negro, Dora Nascimento; Movimento do Direito da Pessoa Idosa, Dalvanira Pereira; Preservação das Culturas dos Povos e Indígenas, Professor Aucides; Preservação das Culturas do Povo Cigano, Dalrivan Jorge; Movimento de Quilombolas, Cidileide Bernardo; Movimento Afro-ameríndios, Cláudio Macarios; Movimento das Pessoas convivendo com HIV/AIDS, Fabio Vale e Movimento de Integração comunitária e inclusão social, Rosalene Lopes.